quarta-feira, 18 de maio de 2011

Esperança ..




Pedia tanto para deixar de amá-lo, e quando lúcida estou só penso em querer amar mais uma vez.O amor pra mim não tem definições, apenas se sente e ponto final.Não acredito naquele amor que julgam verdadeiro, aquele amor onde existe fidelidade, lealdade, amizade, paixão, desejo, vontade, entrega, vidas compartilhadas,companheirismo...Embora quando eu “ame” um alguém, eu creio que tudo isso aconteça, é como se fosse uma hipnose, digamos assim.Eu vivo a me perguntar de onde esses autores de novelas e de filmes românticos tiraram aquele amor tradicional .. aquele : Felizes para sempre. Com a vida a gente aprende muita coisas, errando a gente aprende mais coisas ainda .. A vida é como um jogo e, se queremos ser bons jogadores, temos que aprender a aceitar perdas e a conviver com possíveis fracassos.” Tudo se vai com o tempo. Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela.Percebe também que aquele alguém que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente não é o "alguém" da sua vida.Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você.O segredo é não correr atrás das borboletas... é cuidar do jardim para que elas venham até você.No final das contas, cedo ou mais tarde você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você.No final tudo dará certo, e acredite, se ainda não deu certo é por que ainda não é o fim.Dizem que quando a gente sente saudade de algo que passou é sinal de que você gostou, pois sentiu falta disso.Bom, nem sempre..A minha cor preferida é o verde não é por acaso, nada na vida é por acaso, verde é a cor da esperança..Eu tenho muita esperança na vida, tenho esperança em tudo, talvez seja por isso que vivo a me magoar quase sempre por coisas tolas.A Idea que se tem de uma coisa que aconteceu no passado muitas vezes , é que passado fica no passado, mas se tratando de você é bem diferente.Como eu deixarei para trás o que me faz feliz ainda ? Como deixarei para trás as lembranças , os momentos tão bonitos ? Já que eu não os posso repetir, eu imagino como seria hoje .. e faço o possível para que aconteça, bom .. não faço não.Eu tento demonstrar muitas coisas contrárias do que elas realmente são.Um dia você me perguntou se eu ainda te amava, eu neguei pois achei necessário, mas não levei em consideração falar a verdade, mas pra que também ?...Tantas mentiras rolam ainda entre nós que as vezes não dá pra saber o que realmente é certo e limpo.Eu já passei horas e mais horas com uma caneta e um papel na mão, tentando descrever o que eu sentia naquele momento, mas eu nunca consegui. Já perdi tempo escrevendo o que era para eu falar para você,não sei se foi realmente perda de tempo, pois pior seria eu dizer tudo o que em minha mente vinha e você fazer pouco caso disso como de costume. Já deixei de dormir e passei noites em claro ensaiando o que eu deveria realmente dizer a você, dizer o que deveria ! Com isso aprendi que, o que tiver de ser, será. O que adianta ensaiar para dizer o que convém, se o que te controla faz com que você seja mais conveniente possível ? O coração, querendo ou não está no comando.Quantas vezes eu já pensei em dizer algo, mas quando disse não era nada do que eu tinha em mente ? Se a gente pudesse mandar no coração seria bem mais fácil, creio eu.O tempo em que passei contigo foram muito felizes, eu dividia os problemas contigo .. “São tantas coisas que eu queria falar.Não fiz perguntas, mas espero as respostas.[...] Mas eu tenho medo de errar.Lamento eu não saber o que falar.Sozinho é tão mais fácil.O mundo para quando vejo seu olhar.Lamento eu não queria ter que amar.”  

terça-feira, 10 de maio de 2011

A vida é uma lousa.



Por vezes sentimos uma necessidade muito forte de esquecer alguém a quem muito amamos.Temos que esquecer certas coisas, pois acaba virando uma necessidade, a vida é como uma lousa: A gente precisa apagar algumas coisas para que novas sejam escritas.Em certos momentos da minha vida eu cuspi palavras, totalmente da boca pra fora.Quem foi que disse que a dor do amor não passa? Que a gente não enxerga o sol com o mesmo brilho nem estar amando?É, um dia eu disse isso, e acreditei ser real tudo o que eu pensava e tudo que eu julgava ser o amor.Dizem sempre, que quando mais a gente quer esquecer aquilo que nos fez sofrer, aí que a gente não esquece mesmo.Quando você simplesmente para de querer forçar que isso ocorra, acaba acontecendo e quando você se dá conta já esqueceu. Esqueci de outras pessoas que faziam parte da minha vida !
Me esforçava e tentava...mas sempre que o via...novamente em prantos eu caía !Eu acreditava que nunca passaria, e que eu seria infeliz pelo resto dos meus dias.Um dia a gente descobre que beijar uma pessoa para esquecer outra é uma bobagem.Um dia a gente descobre que amar é inevitável, mas tudo acaba.Nada é para sempre.Mesmo que você acredite, não é. O jeito é: ou nos conformamos com a falta de algumas coisas na nossa vida ou lutamos para realizar todas as nossas loucuras...Hoje eu prefiro a primeira opção, mas tenho quase certeza que um dia eu irei preferir a segunda.As vezes é até necessário.Um dia parei para refletir, e cheguei a uma conclusão..O amor é como um espelho,tem que ter o reflexo, para ser amado, ame.Se acha que és esquecido, esqueça.De nada vai valer amar alguém que não te ama.Se a gente não souber como e não esquecer, nunca estaremos livres da tristeza.A vida é uma caixinha de surpresas, onde será necessário praticar coisa que julgas impossível.Você irá perdoar erros imperdoáveis,você vai amar e ser amado, amar e ser rejeitado, substituir pessoas insubstituíveis,você vai se apaixonar por um sorriso, se enganar por um olhar,vai dizer que morre de saudade.Isso tudo é conseqüência da vida, para as coisas que não tem remédio, remediadas estão.O melhor a se fazer na vida, é vive-la intensamente, como se cada dia que passa fosse o seu ultimo na terra.Pois um dia você vai lembrar e ver que poderia ter feito coisas e não fez, ter falado coisas e não as falou.E o maior erro da vida é ter medo de errar.Assim como as gotas da chuva marcam a superfície no chão, no seu coração um amor deixará marcas.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

O que eu também não entendo..

Com um simples pedaço de papel e uma caneta qualquer, eu me pego sempre a escrever as emoções sentidas pelo meu frágil coração.Pra mim, o amor é algo indescritível, mas mesmo assim eu busco maneiras para que ele possa ser descrito.A mais fácil delas é pensar em ti, lembrar de ti.Queria eu que fosse considerada uma boa maneira o que se encontra em meus pensamentos.A noite vem se aproximando e com ela as recordações ruins, a depressão.Essas enojáveis lembranças vão alfinetando pouco a pouco meu coração.Quando estou em seus braços, eu esqueço da vida, meus problemas , junto aos seus defeitos adormecem repentinamente.Pena que quando me soltas eu sinto a dor me alfinetando muito mais forte do que antes.Com muito mais intensidade ainda.Fazendo doer cada vez mais.Causando pressões e fazendo com que as lágrimas rolem sem parar.Muita das vezes tudo faz com que eu me lembre de você.Pois mesmo que eu mostrando que contigo não mais me importo para as pessoas o que eu sentia era intenso demais para acabar do nada.Ou eu realmente não consigo mentir. Eu tento enganar e iludir as pessoas dizendo que te esqueci.Mas, para o que mais sofre – o meu coração – não tem como mentir, ou enganar.Vou levando a vida com as feridas, com as mágoas.